Embaixada de Negócios da Paraíba quer inserir venezuelanos no mercado de trabalho

Embaixada de Negócios da Paraíba quer inserir venezuelanos no mercado de trabalho
janeiro 31 08:09 2019

A Embaixada de Negócios, uma entidade de empresários cristãos da Paraíba, desafiou nessa semana os associados para inserirem os refugiados venezuelanos no mercado de trabalho local. A proposta foi realizada pelo presidente da Embaixada de Negócios da Paraíba e CEO da PJI Consulting, Paulo Junior.

“A procura está crescendo e as empresas estão se movimentando. Já recebemos consultas e indicações de futuras contratações. Estamos pedindo um esforço para apoiar esses estrangeiros que, mais do que desempregados, estão desamparados porque deixaram toda uma história de vida para trás. O grande objetivo é muito prático: se esforçar para empregar e oferecer dignidade a essas pessoas. Hoje, temos a informação que existem cerca 70 a 100 venezuelanos na Paraíba. Com esforço, podemos, como sociedade civil organizada, vencer este desafio”, declarou o executivo.

Origem do desafio – Segundo Paulo Júnior, o desafio surgiu após depoimento do secretário Nacional de Proteção Global, Sérgio Queiroz, narrar as atuais condições de vida dos venezuelanos e a necessidade da sociedade civil e de entidades organizadas do país, incluindo o seu Estado natal da Paraíba, de participar de forma mais ativa dessa ação humanitária.  

No ano passado, a Força Aérea Brasileira (FAB) transferiu dezenas de venezuelanos para João Pessoa. Eles foram acolhidos pelo programa da organização humanitária internacional Aldeias Infantis SOS, no bairro de Mangabeira. Segundo as Aldeias Infantis SOS, a interiorização é uma iniciativa criada para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade a encontrar melhores condições de vida saindo de Roraima para outros estados brasileiros.

Atuar como facilitador – O executivo Paulo Júnior explicou que a Embaixada de Negócios em parceria com a Fundação Cidade Viva vai atuar neste projeto “como facilitador, mas o projeto será também de apoiar o trabalho que já vem sendo muito bem realizado pela organização Aldeias SOS, na recepção desses estrangeiros na Paraíba”.

Perfil dos profissionais – Segundo dados levantados pela Embaixada de Negócios da Paraíba junto a Aldeias SOS, o perfil da mão de obra dos venezuelanos que chegaram ao Estado é de profissionais nas áreas de construção civil, pintor, pedreiro. Serviços Gerais, de panificação (padeiro), assistente administrativo, vendedora, ajudante de cozinha, faxineiro e uma esteticista. “Sabemos que há desemprego no país e em nosso Estado, porém, vale destacar que a situação dos estrangeiros toca na dignidade humana”, destacou Paulo Júnior.

O que é Embaixada de Negócios – A Embaixada de Negócios da Paraíba é uma Associação Empresarial, lançada oficialmente em novembro de 2018, para gerar ajuda mútua entre empresários, promoção de educação executiva, estímulo a novos negócios e também para facilitar a propagação da cultura de paz e da ética cristã nos negócios.

A Embaixada de Negócios atua com encontros periódicos chamados “FE – Fortalecimento Empresarial” e criará o curso de “Formação de Embaixadores de Negócios”, com certificação da Faculdade Internacional Cidade Viva com módulos que desenvolverão competências essenciais para o exercício do empreendedorismo saudável e promissor. Estão programados também workshops, palestras, seminários, rodadas de negócios entre os associados, além de apoio em ações sociais por meio da parceria com a Fundação Cidade Viva e de outras entidades. Será uma grande oportunidade para difundir atividades empresariais, realizar pesquisas e publicações de vídeos e outros materiais destinados à divulgação e informação sobre os negócios na Paraíba. Mais informações no site  https://embaixadadenegocios.com.br

Assessoria

  Artigo "marcado" como:
  Categoria: