Sebrae promove hoje palestra que aborda oportunidades de internacionalização para startups

Sebrae promove hoje palestra que aborda oportunidades de internacionalização para startups
setembro 05 16:00 2019

Ter a oportunidade de, por meio de Portugal, entrar no mercado europeu de startups. Esse é o foco da palestra “Softlanding Portugal: oportunidades de internacionalização para as empresas brasileiras com o ‘Web Summit 2019 Startup Circuit'”, que será ministrada nesta quinta-feira (5), às 19h, no auditório do Sebrae Paraíba, em João Pessoa. A instituição apoia o evento por meio do Projeto Negócios Digitais.


O palestrante é o português Carlos Cortes, CEO do Web Summit 2019 e diretor de expansão da Rede Dinâmica XXI para o Brasil. A Rede Dinâmica é um organismo internacional que objetiva proporcionar oportunidades para internacionalizar startups brasileiras tendo Portugal como porta de entrada. A palestra é voltada a empreendedores, estudantes, empresários e profissionais liberais, e as inscrições, que são gratuitas, podem ser feitas por meio do link: https://www.sympla.com.br/softlanding-portugal-oportunidades-de-internacionalizacao-para-as-empresas-brasileiras__625672


De acordo com a gestora do projeto Negócios Digitais, Dany Raposo, o Web Summit 2019 acontecerá em Lisboa, no mês de novembro, e serve como uma vitrine das startups brasileiras para o mercado europeu. “Sabemos que as startups atuam em âmbito global e, neste sentido, estamos totalmente alinhados com essa proposta. Esse programa permite fomentar o surgimento de startups nesses dois grandes polos, que são o Brasil e Portugal”, afirmou.


Além disso, Raposo comentou que ocorre o fenômeno da aproximação e fortalecimento dos ecossistemas de startups por meio da internacionalização dos negócios, o que programas como o Web Summit 2019 proporciona. “Os participantes ficam em um período de imersão em Lisboa, validando os produtos e entrando em novos mercados. Além disso, também tem mentorias, encontros de negócios e toda a assistência para esse processo de internacionalização. Essas ações estão no portfólio do Sebrae, especificamente em relação às startups, que são trabalhadas dentro do projeto Negócios Digitais para acessarem o mercado europeu”, ressaltou a gestora.